Como fazer mudas de Berinjela

Como fazer mudas de Berinjela

Nome científico: Solanum melongena.

Família: Solanaceae.

Origem: Ásia.

Propagação:

– A propagação da berinjela é feita através de sementes.

Produção de mudas:

As mudas poderão ser produzidas por diversas formas, dependendo da necessidade do produtor:

Sementeiras. (Geralmente utilizadas por pequenos produtores, ou em hortas domésticas).

Bandejas de isopor. (Método muito prático. Normalmente utilizado para grandes lavouras, produção comercial).

Copinhos feitos com jornal. (Ou seja, pequenos balainhos). (Método que poderá ser utilizado para pequenos e médios produtores).

Método de sementeiras

Preparação do solo dos canteiros:

– Os canteiros deverão ter aproximadamente 1,0 metros de largura (para facilidade de manuseio), e o comprimento de acordo com a necessidade de produção de mudas.

– Afofar bem o solo, e incorporar:

– 5 litros/m2, de esterco animal bem curtido

– 200 gramas/m2 de adubo químico, fórmula NPK 4:14:8.

– Depois dos suplementos estarem totalmente incorporados, organizar os canteiros levantando-os em média, 20 centímetros com relação ao nível do solo, (para total drenagem de água).

– Nivelar a superfície superior dos canteiros.

– Fazer sulcos de 1,0 cem de profundidade, distanciados 10,0 cm um do outro.

– Distribuir manualmente as sementes nos sulcos.

– Cobrir as sementes com uma fina camada, uniforme, do mesmo solo, peneirado.

– Irrigar o canteiro, para hidratação das sementes, e melhorar o seu contato com o substrato.

– A germinação ocorrerá dentro de uma semana.

– Regar os canteiros de forma que o solo permaneça com umidade constante, sem encharcamento.

– Em um mês, as mudas já estarão prontas para serem transplantadas.

Produção de mudas em copinhos:

– Os copinhos serão confeccionados de papel jornal, e poderão ser feitos pelo próprio agricultor.

– Os copinhos devem ter em média 7 cm de diâmetro por a 8 cm de altura.

– Para facilidade na confecção dos copinhos, utilizar um molde, para que todos fiquem uniformes. (um exemplo: Esse molde poderá ser um tubo de PVC nas dimensões desejadas.

– De posse do tubo de PVC, enrola-se o jornal previamente recortado na medida, modela-se o copinho, dobras-se as extremidades  inferiores do jornal, fechando o fundo do copinho.

– Apoiar o conjunto no chão, enchendo- o com o substrato.

– Tirar o tubo de PVC e o balainho já estará pronto para receber as sementes.

Observação:

– Copinhos feitos com jornal dobrado (duas folhas), ficam com as paredes mais resistentes e facilita o manuseio na hora de transplantar as mudas.

– O substrato para preenchimento dos copinhos deverá ser o mesmo dos canteiros descrito acima.

– Arrumar os copinhos em forma de canteiro.

– Plantar de 2 a 3 sementes por copinho.

– Depois de germinadas, já com 5 cm, poderá ser feita o desbaste deixando apenas a muda mais vigorosa.

Produção de mudas em bandejas:

– Utilizar bandejas de isopor de 128 células.

– Para isso, faz-se necessário a construção de um viveiro, com uma espécie de tabuleiro construído com tela de arame ou vergalhões, onde possam ser acondicionadas as bandejas. (Nota: as bandejas terão que ficar suspensas, longe do solo, evitando o enraizamento das plântulas para fora das células da bandeja, isso dificultaria a retirada da muda na hora do transplante).

– O substrato a ser utilizado para preenchimento das células deverá ser um composto preparado com:

– 2 partes de terra de boa qualidade para cada parte de esterco animal bem curtido.

– Adicionar 1,5 kg/m3 de adubo 4:14:8

– Adicionar 40 % de casca de arroz carbonizada. (para deixar a terra porosa).

– homogeneizar o composto.

– Preenche as células da bandeja.

– Plantar de 2 a 3 sementes por célula.

– Manter a umidade constante. (sem encharcamento).

– Em uma semana as sementes germinarão.

– Eliminar as plantas mais fracas.

Transplante das mudas para seus locais definitivos:

– As mudas deverão ser levadas para serem transplantadas em seus locais definitivos, 30 dias após semeadura, ou quando as plantas atingirem altura média de 10 cm, ou então, quando estiverem com 5 a 6 folhas definitivas.

Espaçamento:

– O espaçamento recomendável será:

– 1,0 metro entre linhas por 1,0 metro entre plantas.

Observações:

– O transplante das mudas para o seu local definitivo, deverá ser feito no período da tarde, nas horas em que o sol e a temperatura estiverem mais brandos.

– As mudas formadas nos copinhos de jornal não haverá a necessidade de remover o jornal, pois este, provavelmente já estará em estado avançado de decomposição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>