Como fazer mudas de Rosa do deserto.

Publicado em 10/05/2012

Como fazer mudas de Rosa do deserto.

Nome Científico: Adenium obesum.

Nome Popular: Rosa-do-deserto.

Origem: África.

Características Gerais:

- Planta de ciclo de vida perene, floresce praticamente o ano todo, mas em especial na primavera.

- Planta de clima quente e árido (deserto), desenvolve-se a pleno sol.

- Propagação: estacas caulinares e sementes

- Pertence à família das plantas suculentas.

Particularidade:

-Por ser uma planta típica do deserto, onde as estiagens prolongadas são constantes,  na época das chuvas, seu tronco se adapta para armazenar água e nutrientes em abundância, avolumando-se tanto, que deu origem ao seu nome: “obesum”.

- As flores têm a forma de taça com grande variedade de cores e nuances, desde o branco ao vinho escuro, passando por diferentes tons de rosa e vermelho, podendo ainda apresentar alguns toques de degrade.

Propagação:

A Planta pode ser propagada por sementes ou por estaquia.

O método mais utilizado é o da estaquia.

- Cortar hastes da planta que se deseja multiplicar com aproximadamente dez centímetros de comprimento. A época mais indicada para fazer mudas é o final do verão.

- Colocar as hastes em local seco e sombreado, livre de umidade por uma semana, até curar a superfície cortada.

- Enterrar as hastes em um substrato preparado com terra vegetal e areia grossa, na proporção de 2:1. Ou seja, duas partes de terra para cada parte de areia.

- Observar se os balainhos são dotados de furos para perfeita drenagem de água.

- Colocar os balainhos com as mudas em local que receba luz solar diretamente.

- Manter o substrato dos balainhos com boa umidade sem encharcar.

-No inverno a rosa do deserto entra em hibernação, perdendo a maioria das folhas. Diante disso, as regas nesse período, deverão ser reduzidas no máximo duas vezes por semana.

- Na primavera a planta acorda da dormência e começa a emitir folhas e flores em quantidades, então se faz necessário observar se é preciso transplantá-la para um recipiente maior acondicionando melhor as suas raízes.

- O verão é a estação em que a planta estará em seu auge, desde que tenha recebido satisfatoriamente, os tratos culturais durante todo o ano.

Notas:

- A rosa do deserto não tolera geadas, nem temperaturas inferiores a 10ºC.

- A rosa do deserto é uma planta resistente por ser nativa de regiões áridas, mas,não tolera excessos de umidade.

- Esta combinação de excesso de água com temperatura baixa, pode apodrecer os tecidos da planta, levando-a a morte.

Obs.

- A rosa do deserto poderá até ser cultivada à meia sombra, porém, florações abundantes e vistosas, só ocorrerão se a planta for submetida a pleno sol.

- Deve ser plantada em solo arenoso, com ótima drenagem de água, imitando o seu habitat natural que é a aridez do deserto.

- As irrigações deverão obedecer a intervalos esparsos e regulares.

Dicas interessantes:

- As podas para formação das touceiras, deverão obedecer a alguns critérios básicos, para não provocar deformidades nem aquelas cicatrizes no caule tirando a beleza natural da planta.

Cuidados:-

- Sempre que for podá-la, use luvas e óculos de segurança, pois sua seiva é altamente tóxica.

« Como fazer mudas de Mini rosas.
Como fazer mudas de Azaléia »

Categoria:

fazer mudasjardinagemmudas de floresplantas ornamentais

Palavras chave:

About osvaldo

» has written 199 posts