Como cuidar das plantas no inverno.

Como cuidar das plantas no inverno.

Considerações gerais:

– Como todos os seres vivos, as plantas também necessitam de um período de “descanso”, denominado “dormência vegetativa”, onde repõem suas energias, após o florescimento,  no qual se preparam para nova reprodução.

– Na maioria das espécies, essa hibernação ocorre no inverno.

– Esse descanso faz parte do ciclo da natureza, e mesmo assim elas não deixam de se desenvolver, só que o fazem de forma mais lenta.

– Geralmente elas perdem as folhas para poupar energia e água, pois nessa época do ano os recursos hídricos da natureza, chuvas, são mais escassos.

– No entanto, algumas espécies florescem justamente quando a grande maioria das plantas está em pleno processo de hibernação, no caso, azaleias, ipês, etc. Mas, isso também faz parte da engenhosidade da natureza, pois do contrário, a fauna que sobrevive do néctar das flores, no caso, os beija-flores, morreriam de fome no inverno.

– É muito importante conhecer a sua planta e saber em que época do ano ela entrará em dormência vegetativa e, em que intensidade ela reagirá à estação fria do inverno.

Regas:

– No inverno as plantas de vasos devem ser regadas com mais frequência,  de forma que o substrato do vaso fique levemente umedecido.

– É preciso mais atenção com as plantas, pois, o clima seco da estação, com a umidade relativa do ar em baixa, acaba roubando qualquer tipo de umidade disponível. E, é exatamente por esse motivo que o substrato seca mais rapidamente.

– O melhor detector de falta de água no solo é enfiar a ponta do dedo para sentir a umidade, ou quando as plantas apresentarem as folhas com sintomas de murchamento.

Adubação:

– Geralmente suspende-se a adubação na estação do inverno, mesmo porque a planta estará trabalhando com o seu metabolismo em baixo ritmo.  Mas, dependendo da espécie, poderão ser aplicados fertilizantes específicos, para cada espécie de planta.

– Existem disponível no mercado, diferentes fertilizantes químicos, (NPK), com diferenciadas formulações de micro e macronutrientes, específicos para cada tipo de planta e para cada estação do ano.  Basta escolher a fórmula certa.

– As plantas de vaso necessitam ser adubada com mais frequência, uma vez que suas raízes estão limitadas ao conteúdo do vaso. Neste caso recomenda adubação, em média, a cada 60 dias, sempre obedecendo à dosagem certa, escrita na embalagem pelo fabricante.

Podas:

– Em regra geral, As podas seguem o que vale para todas as plantas.

– Geralmente nessa estação a grande maioria das folhas cai, as flores vão desaparecendo.

– Então chegou a hora certa de processar as podas de formação da planta, retirando os galhos secos, doentes, etc.

– Agindo assim, o seu jardim e ou, a sua planta de vaso, desabrocharão totalmente revigorados, com a explosão vegetativa, que geralmente ocorre, no início da primavera.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *