Como fazer mudas de alho: (utilizando como semente, o próprio dente de alho)

Como fazer mudas de alho:  (utilizando como semente, o próprio dente de alho)

(Produção de alho)

Nome científico: Allium sativum

Características Gerais:

O alho é uma planta  aromática, bulbosa, comestível,  pertencente da mesma  família da cebola e do alho poro, sendo amplamente utilizado como um tempero essencial na cotidiano das cozinhas do mundo inteiro, além de ter suas propriedades medicinais reconhecidas.

Como produzir alho utilizando como semente, o próprio dente de alho.

– Existem no mercado dois tipos de alho mais difundidos:  O alho branco e o alho roxo.

Época de Plantio:

No centro-sul do Brasil, a plantação vai desde o  final do verão até o final de outono, ou seja: do final de fevereiro a princípios de maio.

Tipo de solo:

– Os canteiros deverão ser afofados, elevados do nível do chão e apresentar boa drenagem.

– O solo deverá apresentar textura argilo- arenosa, leves e profundos

– O solo precisará ser fértil, mas, não há necessidade de ser essencialmente rico em matéria orgânica.

– O solo precisará ser corrigido e o PH deve ficar próximo a neutro.

– As regas deverão ser regulares, sem saturação de água, e de preferência realizadas no final do dia.

– O alho desenvolve-se satisfatoriamente sob sol pleno.

Como plantar:

– Enterrar os dentes com aproximadamente quatro centímetros de profundidade.

– Manter espaços de dez centímetros entre os dentes.

– Manter a distância ente as fileiras de vinte a vinte e cinco centímetros.

– Fazer uma cobertura morta de expessura fina com palha de arroz, ou qualquer outro material disponível, para evitar ervas invasoras.

– Fazer regas periódicas, sempre que o solo estiver seco, sem encharcar os canteiros.

– Fazer a remoção manual das ervas daninhas e invasoras.

Colheita :

– Utilizando-se sementes de cultivares precoces, o ciclo de produção gira em torno de 120 a 130 dias.

– O período da colheita será detectado quando as folhas começarem a amarelar e murchar, bem como a percepção dos bulbos já salientes e volumosos na superfície da terra dos canteiros.

– Imediatamente após a colheita, o alho deverá ser colocado, meio esparramado, em local sombreado sem qualquer umidade, para murchar as hastes e facilitar o processo de formação das réstias.

– Para conservação das réstias de alho durante todo o ano,  as mesmas deverão ser armazenadas em locais sombreados, ventilados e sem qualquer umidade.

Uso medicinal:

Segundo a farmacopéia popular, o alho tem muitas propriedades medicinais reconhecidas, prevenindo doenças como:

– Hipertensão.

– Fortalece o sistema imunológico.

– Combate o câncer gastrointestinal.

– Evita os riscos de infarto.

– Atua no Colesterol, diminuindo o LDL (considerado o colesterol ruim), e elevando os níveis do HDL (considerado colesterol bom)

Folclores e Crendices populares:

Há uma lenda entre os agricultores que produzem o alho para o seu uso anual doméstico, que prega o seguinte conceito:

– O último dia para se plantar alho, cuja safra será ricamente produtiva, com colheitas abundantes e de boa qualidade, produto bem granado, e que nunca apodrece durante todo o ano e nem falha sequer uma única colheita,  é o alho plantado na Sexta Feira Santa.

Diante  desse conceito, os agricultores preparam seus canteiros com antecedência, e na Sexta Feira Santa eles apenas enterram os dentes de alho na terra fofa, e ficam no  aguardo do esperado resultado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>