Como fazer Mudas de Caqui

Publicado em 06/06/2013

Como fazer Mudas de Caqui

 Nome cientifico: Diospyros kaki

Origem: China

 - O caquizeiro para ser produtivo, a muda deverá passar pelo processo da enxertia.

- O primeiro passo é preparar o porta-enxerto, (cavalo).

- Para preparar o porta- enxerto, serão necessários sementes de uma espécie de caqui rústico, resistente à pragas e doenças e que tenha um sistema radicular bastante densificado.  E a espécie mais indicada e que apresenta todas essas características e o caqui denominado “rama forte”.

 - As sementes deverão ser retiradas de frutos maduros. Depois de lavadas e extraídas toda a mucilagem que as envolvem, deverá ser feita a secagem à sombra, por um período de aproximadamente uma semana.

 Semeadura:

- Em virtude da taxa de germinação das sementes do caqui ser baixa, (em torno de 50%)

- Semear duas sementes por balainho,

Observações:

- As sementes deverão ser enterradas a uma profundidade média de 1,0 centímetros e com a parte pontiaguda para baixo, pois é ali que irão surgir as primeiras raízes.

- Caso as duas sementes germinem, eliminar a mais debilitada, deixando apenas uma muda por balainho.

- A muda porta- enxerto, (cavalo), estará pronta para receber o enxerto em aproximadamente 18 meses. (Ou, quando a muda atingir uma altura desejável de 15 a 20 centímetros).

- O momento exato para se fazer o enxerto, será sempre no final do inverno quando a planta estará saindo do seu período de dormência, cujas reservas nutricionais estarão com capacidade máxima para brotação, no início da primavera.

Enxertia:

- Para o enxerto, escolher plantas, (vigorosas, produtivas, saudáveis), que se deseja multiplicar, retirando dela alguns ramos.

- Os ramos escolhidos (enxerto), deverão ser ramos maduros, (brotados no ano anterior), e ter o mesmo diâmetro do porta-enxerto (cavalo).

- E o melhor método a ser utilizado na enxertia é o método por garfagem.

 

 

 

 

 

 

Procedimentos:

 Porta-enxerto – (Cavalo):

- Fazer um corte horizontal,( bisel), no tronco, decepando a extremidade superior da planta, a aproximadamente cinco centímetros do solo do balainho.

- Em seguida, fazer outro corte vertical no tronco, para encaixar o garfo.

 Enxerto (garfo):

- O ramo que foi retirado da árvore matriz, deverá ser preparado da seguinte forma, para que se transformem em garfos:

- Cortar pedaços do ramo contendo de duas a três gemas, e observar que na extremidade inferior deverá sobrar espaço suficiente para fazer um tipo de cunha para encaixá-lo no porta-enxerto.

- Observar que as superfícies de contato do cavalo com o enxerto sejam uniformes para um perfeito acoplamento.

- Encaixar o enxerto no cavalo e isolar a área com fitilho de plástico, prendendo-os, fixando-os, evitando também contatos externos com água, e contaminações por fungos e bactérias, até o seu pegamento.

- Após a enxertia, pincelar com látex a parte superior do enxerto, impermeabilizando a área cortada, ajudando a cicatrização e acima de tudo evitando contaminação por agentes nocivos.

- Logo após a junção do cavalo com o enxerto, deverá ser retirado o fitilho plástico. Isso será possível, pois assim que o enxerto começar a se desenvolver, é sinal de que as partes já foram conectadas.

- Muitas vezes os novos brotos precisarão de tutores para que cresçam perpendiculares, para formação de uma planta desejada.

 Notas:

 - A enxertia pelo método de garfagem é recomendada para  plantas de folhas caducas, aquelas que  entram em dormência ,perdendo suas folhas no inverno como: caquizeiro, videira, figueira, pessegueiro e a nectarina.

- Para preparar o enxerto, (garfo), o ideal é utilizar ramos que não ultrapassem diâmetro externo de 2 cm, pois galhos muito grossos possuem pouca chance de sucesso.

 Para ver um vídeo dessa planta CLICAR AQUI.

« Como fazer mudas de – Tumbérgia arbustiva
Como fazer mudas de coco – Método tradicional »

Categoria:

fazer mudasfruticultura

Palavras chave:

About osvaldo

» has written 201 posts