Como fazer mudas de losna – Artemísia absinthium

Como fazer mudas de losna

Nome Científico:- Artemísia absinthium

  – A losna poderá ser propagada de várias maneiras: por meio de sementes, por divisão de touceiras ou, por estaquia.

– Porém o método mais utilizado na reprodução doméstica é o da estaquia.

– Retirar ramos (galhos), maduros de dez a quinze centímetro de comprimento, desfolhar a base e enterrar até a sua metade em vasos ou balainhos.

Tipo de solo:

– A losna é exigente quanto ao solo e para o sucesso da plantação o cultivo deverá ser realizado em solo fértil, argilo-arenoso, profundo e com boa drenagem.

– Para o plantio em vasos e jardineiras, o solo deverá apresentar as mesmas características acima e os recipientes necessitarão ter profundidades especificas que varia de 30 a 40 cm.

– A planta é muito resistente a doenças.

– Talvez pelo seu cheiro, ou sabor amargo, raramente é atacada por insetos.

– É uma planta muito sensível a fertilizantes, principalmente ao adubo químico. E para aplicá-los, recomenda-se muita cautela quanto à quantidade.

– Somente a adição de composto orgânico, em doses controladas, favorece o cultivo.

– A losna é uma erva perene, cresce em média de 60 cm a 1 metro de altura, com formação de touceiras.

– Suas folhas são extremamente recortadas, apresentando coloração verde acinzentada e esbranquiçada na parte inferior.

– Flores amarelas em cachos.

– Preferem clima temperado.

  Uso medicinal caseiro:

– Segundo a tradição da farmacopéia popular, a infusão da losna em água, utilizada corretamente e sem excessos, poderá aumentar a secreção biliar, favorecendo o funcionamento do fígado e, se, ingerida meia hora antes das refeições, poderá agir como estimulante do apetite e facilitador da digestão.

– Tida também como fortificante, bom para combater anemias.

– O chá bem concentrado é bom para aliviar vermes.

– Os sucos ou extratos não devem ser usados, pois são tóxicos.

Os componentes responsáveis pelo uso medicinal da losna são:

– O óleo essencial (vermífugo e emenagogo), absintina (responsável pelo sabor amargo).

– Resinas, tanino, ácidos e nitratos.

– Como planta digestiva e aperitiva, sua ação se dá pelo estímulo à salivação e à produção de sucos gástricos e, por essa mesma razão, não é recomendada para pessoas que apresentam problemas como úlceras e gastrite.

Outros cuidados:

– Não é recomendável o seu uso por mulheres grávidas e crianças.

– Além disso, a maceração da planta em álcool, segundo estudos já realizados, apresentaram graves perigos, podendo provocar dependência, alucinações e convulsões.

Curiosidades:

A losna é de origem grega e traduzida do latim, significa: “privado de doçura”.

Segundo relatos da Bíblia, é apresentada como um símbolo de prova. (Amargo).

Receita de Infusão caseira:

– Adicionar 20 gs de folhas em 1 litro de água por 10 minutos. Tomar 1 colher de sopa de hora em hora.

Bom para facilitar a digestão, ou aliviar as dores de cabeça provenientes de indisposição do fígado.

 Nomes Populares:

– Losna, absinto, erva dos vermes, artemísia, erva dos velhos, sintro, alvina, erva santa.

Conservação:

– Para melhor conservação, as folhas e flores da losna, podem ser desidratadas e  armazenada seca:

– Coloque as folhas e flores estendidas em local ventilado, longe da exposição aos raios solares e depois guarde em caixas de madeira, de preferência acondicionadas em sacos de papel.

3 comentários em “Como fazer mudas de losna – Artemísia absinthium

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *